ARAC
02 Março 2021 | 07:20
Notícias
2021-03-01“A MADEIRA TEM SABIDO DAR PASSOS SÓLIDOS QUE CONTRIBUEM PARA A EXCELENTE REPUTAÇÃO DE PORTUGAL NO EXTERIOR”
Rita Marques, secretária de Estado do Turismo, participou na passada sexta-feira, dia 26 de fevereiro+
2021-03-01IATA GARANTE QUE PASSAPORTE DIGITAL ESTARÁ PRONTO DENTRO DE SEMANAS
A IATA afirma que terá o seu Travel Pass digital contra a Covid-19 pronto “numa questão de semanas”+
2021-03-01HARMONIZAÇÃO DE REGRAS DE VIAGENS E REABERTURA DE FRONTEIRAS REÚNEM CONSENSO DOS ESTADOS-MEMBROS
Os ministros dos estados-membros da União Europeia responsáveis pelo Turismo reuniram-se esta segunda-feira, 1 de março+

Notícias



Metade dos portugueses pensam comprar carro elétrico
Jornal de Negócios


Quase metade (49%) dos condutores portugueses dizem que provavelmente ou quase de certeza que o próximo carro que vão comprar será um elétrico, havendo ainda 31% a responder que talvez mudem para este tipo de veículo.
Esta é uma das conclusões de um inquérito online realizado pela LeasePlan em conjunto com a Ipsos, em que 77% dos portugueses dizem também acreditar que até ao final desta década a maioria dos novos veículos vão ser elétricos ou com emissões zero.
A redução nas emissões de CO2 (59%), os custos de manutenção mais baixos (57%) e os subsídios governamentais ou benefícios fiscais (41%) são os motivos mais apontados pelos inquiridos em Portugal para optarem pela compra ou por fazer um renting de um veículo elétrico.

Por outro lado, segundo um comunicado enviado às redações, os principais impedimentos para a opção pelo carro elétrico são o preço de aquisição(64%), a autonomia limitada (55%) e a insuficiência das infraestruturas de carregamento(38%), seja em casa, no trabalho ou nas estradas.

No ano passado, os veículos a gasóleo e a gasolina perderam representatividade no mercado nacional. Em sentido contrário, os veículos eletrificados – híbridos convencionais, híbridos plug-in e automóveis totalmente elétricos – passaram de uma quota de 9,9% para 21,7%, colocando pela primeira vez as motorizações de combustão interna abaixo dos 80%.

Ainda assim, Portugal caiu de 6º para 12º na Europa e de 3º para 6º na União Europeia em termos de peso de automóveis elétricos no total do mercado, destacando-se as subidas expressivas nos três maiores mercados automóveis na Europa: Alemanha, França e Reino Unido. Na Noruega, os elétricos representaram, pela primeira vez, mais de metade das vendas (54,3%).

A edição "VEs & Sustentabilidade" do relatório anual da LeasePlan "Mobility Insights" foi realizada num total de 22 países: Austrália, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Itália, Luxemburgo, Países Baixos, Nova Zelândia, Noruega, Polónia, Portugal, Roménia, Espanha, Suécia, Suíça, Turquia, Reino Unido e Estados Unidos da América.

Na semana passada, a associação ambientalista Zero lançou uma plataforma online para divulgar os carros elétricos que existem no mercado nacional(características e vantagens ambientais e económicas), prometendo informações independentes, e também para "desmistificar mitos ainda existentes sobre a tecnologia elétrica".








Área Reservada
PEÇA AQUI O SEU SELO "CLEAN & SAFE"
Como constituir uma empresa de Rent-a-Car
Quer Alugar Carro?
Siga-nos
Seara.com