ARAC
21 Outubro 2020 | 02:09
Notícias
2020-10-20FITUR 2021 REALIZA-SE ENTRE 19 E 23 DE MAIO
A FITUR 2021 será realizada de 19 a 23 de maio, conforme acordado pela IFEMA e pelo Comitê Organizador,+
2020-10-20ALGARVE: GRANDES PRÉMIOS AJUDAM A “ATENUAR OS EFEITOS DA PANDEMIA” NO TURISMO
É já no próximo sábado que o Autódromo Internacional do Algarve recebe o Grande Prémio de Portugal de Fórmula 1+
2020-10-20Retoma ainda desilude, mas há menos empresas prontas a despedir
Inquérito aponta que agora apenas 17% das empresas pensam reduzir pessoal, menos quatro pontos percentuais que em setembro. CIP diz que ainda se lembram das dificuldades em recrutar antes da pandemia.+

Notícias



VÍTOR SILVA: “O TURISMO SERÁ O MOTOR DA CAPACIDADE DE SE SAIR DA CRISE”
AMBITUR


Na sessão de abertura do XVI Congresso da ADHP– Associação dos Diretores de Hotéis de Portugal, realizada ontem, participou também Vítor Silva, enquanto presidente da Agência Regional de Promoção Turística (ARPT) do Alentejo.

Vítor Silva começou por parabenizar a “coragem” da ADHP pela concretização de mais um Congresso até porque, na sua opinião, “há uma certa tendência para pensar que este tipo de realizações passaram todas para o online” e isso “é um disparate completo do ponto de vista económico”. “O setor dos congressos é fundamental para o desenvolvimento da indústria do turismo”, defende, além de que “nós próprios [setor turístico] temos necessidade de estar uns com os outros”.

O presidente da ARPT do Alentejo adianta que “em Portugal somos dos melhores que sabem fazer turismo”, um país pequeno mas “dos melhores do mundo”, e recorda que também o Turismo de Portugal tem sido considerado o “melhor instituto público de gestão de turismo a nível mundial”. O responsável argumenta que o turismo foi “o motor da capacidade que tivemos para sair da crise” económica em 2015 e que irá voltar a sê-lo, nesta crise provocada pela pandemia, assim que as circunstâncias o permitirem, nomeadamente, a vacina.

“Não podemos ter ilusões de que os próximos tempos vão ser fáceis”, adianta Vítor Silva. É preciso ter em mente que “podemos só começar a trabalhar a sério, a trazer turistas internacionais, na segunda metade de 2021”. Até lá, é fundamental “aguentar as empresas”, com o objetivo de “garantirem o máximo possível os postos de trabalho”, e em seu entender “obviamente temos de viver fundamentalmente do turismo nacional” embora pese o problema da sazonalidade.



Área Reservada
PEÇA AQUI O SEU SELO "CLEAN & SAFE"
EMPRESAS JÁ DETENTORAS DO SELO "CLEAN & SAFE"
Quer Alugar Carro?
Siga-nos
Seara.com