ARAC
07 Agosto 2020 | 02:33
Notícias
2020-08-06TURISMO CENTRO DE PORTUGAL ELEGEU NOVO ELEMENTO DA COMISSÃO EXECUTIVA
A Entidade Regional de Turismo do Centro de Portugal (TCP)+
2020-08-06China volta a subsidiar veículos elétricos para incentivar o consumo
O órgão máximo de planificação económica da China anunciou hoje várias medidas para incentivar o consumo interno no segundo semestre do ano, incluindo recuperar o programa de subsídios a veículos elétricos, informou a imprensa estatal.+
2020-08-06Também na economia há poucas certezas sobre a covid-19
Se os médicos e os cientistas andam ainda a tentar descodificar o vírus e a tentar perceber melhor as vias de contágio, os economistas têm também muito trabalho pela frente. A pandemia arrasou as economias, mas o grau de destruição da crise sanitária e das medidas de confinamento é muito distinto nos vários países europeus.+

Notícias



Portugal Continental fora do “corredor turístico” de Inglaterra
TURISVER


O Reino Unido colocou Portugal Continental fora da lista de países que vão ter um “corredor turístico” o que significa, na prática, que os cidadãos britânicos que quiserem vir de férias ao Continente terão que ficar 14 dias de quarentena à chegada ao seu país. Já a Madeira e os Açores têm “luz verde”.

Depois de semanas de especulação, a notícia oficial chegou esta sexta-feira: o Governo britânico colocou Portugal Continental fora do “corredor turístico” de que constam 59 países, incluindo, por exemplo, a vizinha Espanha, Itália, Grécia e Alemanha, no caso da Europa, mas também Macau e Jamaica.

“Esta lista poderá ser aumentada nos próximos dias, após discussões adicionais entre o Reino Unido e parceiros internacionais”, refere o Ministério dos Transportes britânico, que informa também que “a partir de 10 Julho de 2020”, os passageiros que chegarem ao Reino Unido a partir dos países que integram o “corredor turístico” não precisam de fazer quarentena a menos que tenham “visitado ou parado em qualquer outro país ou território nos 14 dias anteriores”. Ainda assim, todas as pessoas que chegam têm de preencher um formulário com os contactos pessoais e informações sobre o local onde vão ficar alojadas.

Atente-se que a medida anunciada sexta-feira, 3 de Julho, aplica-se apenas a Inglaterra uma vez que tanto a Escócia como o País de Gales e a Irlanda do Norte têm autonomia sobre esta meteria e a decisão cabe aos respectivos governos.

A decisão agora tomada pode trazer graves prejuízos a Portugal em matéria de turismo já que o Reino Unido é o principal mercado emissor de turistas para o nosso país, tendo representado 19,2% das dormidas de estrangeiros em 2019. A pior situação será a do Algarve, região que contabilizou, o ano passado, 1,19 milhões de hóspedes e perto de 6 milhões de dormidas que representaram, respectivamente, 33,1 e 37,3% do total de hóspedes e dormidas na região



Área Reservada
PEÇA AQUI O SEU SELO "CLEAN & SAFE"
EMPRESAS JÁ DETENTORAS DO SELO "CLEAN & SAFE"
Quer Alugar Carro?
Siga-nos
Seara.com