ARAC
28 Outubro 2020 | 18:01
Notícias
2020-10-28COSTA FERREIRA: “SALVÁMOS O SETOR COM A INTERRUPÇÃO DA LEI”
O setor das agências de viagens e operadores turísticos ainda está “em jogo”+
2020-10-28ALGARVE PROMOVE WEBINAR SOBRE FISCALIDADE E TURISMO
O Gabinete de Apoio ao Empresário da Região de Turismo do Algarve (RTA) vai promover a 3 de novembro, pelas 11h00+
2020-10-28Costa convoca Conselho de Ministros extraordinário para definir medidas de controlo da pandemia
O primeiro-ministro marcou com os partidos reuniões para sexta-feira e convocou para sábado um Conselho de Ministros extraordinário para definir novas "ações imediatas" para o controlo da pandemia da covid-19 em Portugal.+

Notícias



Covid-19. Deputada e candidata à JSD lança plataforma para levar bens essenciais a pessoas em isolamento
Jornal Económico sapo


A plataforma “Ajudar é contigo” destina-se “especialmente aos mais idosos e às famílias monoparentais, com filhos menores”, que estão em isolamento e não têm como fazer compras ou ir à farmácia. A iniciativa vai estar a funcionar em todo o território nacional, incluindo nas ilhas, e conta já com mais de 150 voluntários.

A deputada do Partido Social Democrata (PSD) e candidata à liderança da Juventude Social Democrata (JSD) Sofia Matos lançou esta segunda-feira uma plataforma para ajudar a fazer chegar bens de primeira necessidade a pessoas que estão em isolamento social devido ao surto do novo coronavírus (Covid-19). A plataforma vai estar a funcionar em todo o território nacional, incluindo nas ilhas, e conta já com mais de 150 voluntários.

A plataformaonlineajudar.econtigo.ptfoi posta a funcionar ao início da tarde desta segunda-feira e, em pouco mais de duas horas, já contava com 155 voluntários e “três ou quatro pedidos” em todo o país, disse ao Jornal Económico Sofia Matos. A deputada e candidata a substituir Margarida Balseiro Lopes na JSD conta que decidiu avançar com esta iniciativa tendo em conta “a situação ímpar” e sem precedentes que o país está a atravessar devido à pandemia do Covid-19, que colocou milhares de pessoas em isolamento preventivo.

Sofia Matos explica que a plataforma destina-se “especialmente aos mais idosos e às famílias monoparentais, com filhos menores”, que estão em isolamento e não têm como fazer coisas simples como fazer compras ou ir à farmácia. A ideia é que, através de uma rede de voluntários inscritos na plataforma, se façam chegar bens essenciais como comida e medicamentos e se procure uma solução para determinadas tarefas, como passear o cão, fazendo da solidariedade “a principal arma contra a difusão do vírus”.

Para isso, as pessoas que necessitarem de ajuda devem explicar, através do número indicado na plataforma ou por email, o que preciso e o voluntário que se encontrar mais perto da sua área de residência será imediatamente acionado. Os voluntários podem, mediante “avaliação caso a caso” adiantar dinheiro até 30 euros ou passarão em casa dos requerentes para ir buscar o dinheiro primeiro. Há ainda a possibilidade de transferirem diretamente o dinheiro para as lojas e farmácia, cabendo ao voluntário apenas a recolha do pedido.

Nas regiões do país onde não haja voluntários inscritos, Sofia Matos admite a possibilidade de recorrer aos militantes da JSD para dar conta dos pedidos solicitados. A atual secretária da JSD nota, no entanto, que houve uma grande adesão a esta ação de voluntariado, inclusive entre aqueles que não são filiados. “Não queremos restringir esta iniciativa. Queremos que seja o mais apartidária possível”, sublinha. “A política é isto mesmo: servir as pessoas”.

A iniciativa foi montada no âmbito da sua candidatura à liderança da JSD nacional, que teve de ser suspensa devido à pandemia. “A campanha foi suspensa em virtude da pandemia, o que obriga a reinventar as nossas ações de campanha e a ser mais criativos”, diz Sofia Matos. A candidata à liderança da JSD nega, no entanto, que se trate de um esforço setário e diz que já enviou um convite ao seu adversário Alexandre Poço para se juntar a esta iniciativa.

Sofia Matos tem vindo a fazer candidatura através das plataformas digitais, “transformando-as num espaço de debate e discussão”, com horários específicos para conversas virtuais com militantes da JSD.

Devido ao avançar da pandemia, ainda não há data marcada para a eleição do próximo líder da JSD. A atual direção da juventude social-democrata determinou a suspensão, “com efeitos imediatos, de todos os procedimentos eleitorais da JSD em curso”, que deverá ser levantada “assim que estiverem reunidas as condições de saúde pública indispensáveis para a realização de atos eleitorais”.

O processo de eleição de delegados, que deveria decorrer a 21 de março, está suspenso. O Congresso do JSD, inicialmente previsto para os dias 17 a 19 de abril deve ser também adiado.




Área Reservada
PEÇA AQUI O SEU SELO "CLEAN & SAFE"
EMPRESAS JÁ DETENTORAS DO SELO "CLEAN & SAFE"
Quer Alugar Carro?
Siga-nos
Seara.com