ARAC
01 Junho 2020 | 14:32
Notícias
2020-05-29Hertz Portugal imune à falência nos EUA
O presidente executivo da Hertz Portugal afirmou esta quarta-feira que, apesar do inevitável “dano reputacional”, a falência da empresa nos EUA não afeta a sua atividade no país, onde opera de forma “independente” em regime de ‘franchising’ desde 1998.+
2020-05-29Pandemia leva a "interrupção quase total" do turismo em abril
Mais de 80% dos estabelecimentos turísticos estiveram encerrados ou não registaram qualquer atividade durante o mês passado.+
2020-05-29Portugal apontado como exemplo em Assembleia Mundial da OMT
Rita Marques apresentou ao Comité Global de Crise da Organização Mundial do Turismo+

Notícias



Indicador económico da OCDE para Portugal está a subir há sete meses
JORNAL DE NEGÓCIOS


O indicador da OCDE para a economia portuguesa subiu em novembro do ano passado,melhorando pelo sétimo mês consecutivo. Ainda assim, continua a apontar para uma desaceleração do PIB, apesar de menos acentuada, mostram os dados divulgados esta segunda-feira, 13 de janeiro, pela Organização.

Este é um sinal de recuperação do PIB português após vários meses no final de 2018 e na primeira metade de 2019 em que este indicador deteriorou-se. É de notar que este indicador da OCDE foi desenhado para detetar pontos de viragem nos ciclos económicos entre seis a nove meses.
De acordo com os dados da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Económico (OCDE), o valor para o PIB português melhorou em novembro (99,26 pontos), atingindo um máximo de dezembro de 2018 (99,42 pontos).

Apesar de ser por pouco, o valor para Portugal continua abaixo dos 100 pontos,o limiar que separa o estado de aceleração das economias e o estado de desaceleração. Ou seja, o indicador da OCDE continua a antecipar uma travagem do PIB português nos próximos seis a nove meses, mas essa tendência passou a ser menos acentuada.

Neste indicador da OCDE, a economia portuguesa figura melhor do que Espanha (98,7 pontos), Alemanha (98,93 pontos), Itália (99,17 pontos) e a média da Zona Euro (99,18 pontos). Contudo, está abaixo da pontuação de França (99,52 pontos), a Holanda (99,50 pontos) e a Irlanda (100,26 pontos).

A mensagem geral desta atualização do indicador da OCDE é que a economia mundial está a estabilizar, apesar de se manter abaixo do crescimento potencial. É isso que está a acontecer nas economias avançadas como os EUA, a Alemanha e o Reino Unido.

Já o Japão, Canadá, França e Itália estão com melhores sinais de crescimento em comparação com os últimos meses. O mesmo acontece com a Rússia e a China. No Brasil o ritmo de crescimento deverá acelerar enquanto a Índia deverá continuar a desacelerar.



Área Reservada
PEÇA AQUI O SEU SELO "CLEAN & SAFE"
EMPRESAS JÁ DETENTORAS DO SELO "CLEAN & SAFE"
Quer Alugar Carro?
Siga-nos
Seara.com