ARAC
19 Janeiro 2020 | 17:02
Notícias
2020-01-15Cartão bancário contactless irá funcionar como título de transporte no Metro e eléctricos do Porto
Solução ecológica arranca em abril na linha de Metro do Aeroporto e nos carros elétricos da STCP. Após fase-piloto, o sistema inédito em Portugal será alargado a toda a rede Andante do Porto, cidade que se coloca na linha da frente desta funcionalidade inovadora já existente em Londres, Nova Iorque, Singapura ou Rio de Janeiro+
2020-01-15E-fatura parado por “motivos de ordem técnica”
Não é possível consultar as faturas registadas no Portal das Finanças numa altura em muitos contribuintes começam a verificar se está tudo correto para submeterem o IRS de 2019+
2020-01-15Solução de mobilidade do Europcar Mobility Group regista crescimento
No final de 2019 as Unidade de Negócios de Mobilidade do Europcar Mobility Group registou forte crescimento, impulsionado pelos resultados atingidos pela operadora de car-sharing Ubeeqo, com um elevado nível de actividade em Paris em Dezembro.+

Notícias



Indicador económico da OCDE para Portugal está a subir há sete meses
JORNAL DE NEGÓCIOS


O indicador da OCDE para a economia portuguesa subiu em novembro do ano passado,melhorando pelo sétimo mês consecutivo. Ainda assim, continua a apontar para uma desaceleração do PIB, apesar de menos acentuada, mostram os dados divulgados esta segunda-feira, 13 de janeiro, pela Organização.

Este é um sinal de recuperação do PIB português após vários meses no final de 2018 e na primeira metade de 2019 em que este indicador deteriorou-se. É de notar que este indicador da OCDE foi desenhado para detetar pontos de viragem nos ciclos económicos entre seis a nove meses.
De acordo com os dados da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Económico (OCDE), o valor para o PIB português melhorou em novembro (99,26 pontos), atingindo um máximo de dezembro de 2018 (99,42 pontos).

Apesar de ser por pouco, o valor para Portugal continua abaixo dos 100 pontos,o limiar que separa o estado de aceleração das economias e o estado de desaceleração. Ou seja, o indicador da OCDE continua a antecipar uma travagem do PIB português nos próximos seis a nove meses, mas essa tendência passou a ser menos acentuada.

Neste indicador da OCDE, a economia portuguesa figura melhor do que Espanha (98,7 pontos), Alemanha (98,93 pontos), Itália (99,17 pontos) e a média da Zona Euro (99,18 pontos). Contudo, está abaixo da pontuação de França (99,52 pontos), a Holanda (99,50 pontos) e a Irlanda (100,26 pontos).

A mensagem geral desta atualização do indicador da OCDE é que a economia mundial está a estabilizar, apesar de se manter abaixo do crescimento potencial. É isso que está a acontecer nas economias avançadas como os EUA, a Alemanha e o Reino Unido.

Já o Japão, Canadá, França e Itália estão com melhores sinais de crescimento em comparação com os últimos meses. O mesmo acontece com a Rússia e a China. No Brasil o ritmo de crescimento deverá acelerar enquanto a Índia deverá continuar a desacelerar.



Área Reservada
Como constituir uma empresa de Rent-a-Car
Quer Alugar Carro?
Siga-nos
Seara.com