ARAC
17 Dezembro 2018 | 08:52
Notícias
2018-12-14INE: Proveitos aceleraram em Outubro
Em Outubro, os estabelecimentos hoteleiros e similares registaram proveitos totais na ordem dos 332,1 milhões de euros, enquanto os de aposento atingiram os 239,8 milhões de euros, o que representou crescimentos de 2,6% e 1,7%, respectivamente, quando em Setembro estes dois indicadores apresentavam subidas de 1,4% e 2,9%, divulgou o INE esta sexta-feira.+
2018-12-14Depois de Lisboa, Chauffeur Privé chega a outras cidades
O serviço da Chauffeur Privé está agora disponível em Vila Franca de Xira, Mafra ou Ericeira. Mas também no Barreiro, Alcochete, Montijo, Sesimbra e Setúbal.+
2018-12-14Autoeuropa. Plano em marcha para exportar 22 mil viaturas até fim do ano
A Autoeuropa e a Operestiva preparam ação depois de ter sido alcançado acordo entre Sindicato dos Estivadores e operadores portuários+

Notícias



DIRECÇÃO DO TURISMO DO PORTO E NORTE DEMITE-SE E CONVOCA ELEIÇÕES ANTECIPADAS
Publituris


Três dos cinco elementos que compõem a comissão executiva do Turismo do Porto e Norte de Portugal apresentaram esta quarta-feira, 5 de Dezembro, a demissão, na sequência da detenção e prisão preventiva do presidente da entidade, Melchior Moreira, que é suspeito de corrupção, o que vai levar a eleições antecipadas, a 18 de Janeiro.

De acordo com a Lusa, também o presidente da mesa da assembleia geral, Eduardo Vítor Rodrigues, que é igualmente o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, apresentou a demissão, pelo que também este órgão social do Turismo do Porto e Norte de Portugal vai a votos na mesma data.

“Fomos hoje [5 de Dezembro] informados de que três dos cinco elementos da comissão executiva apresentaram a demissão e fizeram-no hoje mesmo. Tenho que realçar e agradecer porque permitiu agilizar uma solução de maior compromisso, que vai no sentido de no dia 18 de Janeiro termos um acto eleitoral para a comissão executiva”, disse o responsável.

Eduardo Vítor Rodrigues revelou que os elementos da comissão executiva que se demitiram foram os presidentes das câmaras de Santa Maria da Feira e Vila Real, assim como o representante da AHRESP na comissão executiva do Turismo do Porto e Norte de Portugal, renuncias que provocam a queda da direcção da entidade regional de Turismo por falta de quórum e que levaram também à suspensão da votação do orçamento para 2019.

“Apresentei uma proposta para que fosse suspensa a votação por não fazer sentido que se votasse um plano para 2019 quando vai haver eleições. Deve ser a nova direcção a apresentar um orçamento no qual se reveja e não ser confrontada com um previamente aprovado”, disse o responsável, adiantando que a sugestão foi aprovada por unanimidade.

Recorde-se que o presidente da Comissão Executiva da TPNP, Melchior Moreira, foi detido em meados de Outubro e está actualmente em prisão preventiva no âmbito da Operação Éter, uma investigação em curso da Polícia Judiciária sobre uma alegada viciação de procedimentos de contratação pública que culminou com a indiciação de cinco arguidos.

Entre os restantes quatro arguidos, encontra-se Isabel Castro, directora operacional do TPNP, que ficou suspensa de funções e com proibição de contactos, e Gabriela Escobar, jurista na mesma entidade, que ficou sujeita a proibição de contactos, bem como dois empresários da região.

Na ausência de Melchior Moreira, a entidade regional de turismo estava a ser conduzida de forma interina pelo vice-presidente Jorge Magalhães, que não apresentou a demissão.




Área Reservada
Como constituir uma empresa
Quer Alugar Carro?
Siga-nos
Seara.com