ARAC
17 Agosto 2018 | 18:42
Notícias
2018-08-10Combustíveis seguem direcções opostas na próxima semana
A partir da próxima semana, o gasóleo ficará mais caro, e a gasolina segue o percurso inverso, baixando o preço. Veja aqui onde estão os postos mais baratos.+
2018-08-10Algarve promove-se como destino de turismo activo
A Associação Turismo do Algarve vai ter presente no evento “Deutscher Wandertag”, promovido pela Federação de Clubes de Caminhantes Alemães, que decorrerá em Detmold, na Alemanha, de 16 a 19 de Agosto.+
2018-08-10"Lei Uber" vetada por Marcelo publicada por engano em Diário da República
A versão da lei para as plataformas electrónicas de transporte que o Presidente da República vetou, que determinava uma taxa de supervisão de 0,1% a 2%, foi publicada esta sexta-feira. A falha já foi identificada e a Lei certa será publicada nas próximas horas.+

Notícias



Falta autonomia? Nem por isso… tenho um carro solar
Wattson


A empresa chinesa de energia solar Hanergy, através da sua filial Donghan New Energy Automotive Technology, firmou uma cooperação estratégica com a Bluecar, subsidiária da Bolloré, para o desenvolvimento e produção de carros elétricos solares.

A parceria prevê ainda o estabelecimento de centros de pesquisa e fábricas na Ásia, África e América. A cooperação também abrange o desenvolvimento de baterias de estado sólido.

A Hanergy especializou-se na produção de painéis fotovoltaicos muito finos. Há dois anos, a empresa tinha apresentado quatro veículos equipados com estes painéis de pouca espessura, cuja produção poderia começar no espaço de três ou quatro anos. Eram eles o
Hanergy Solar R, Hanergy Solar O, Hanergy Solar L e o Hanergy Solar A.

Este acordo com a Bolloré pode, assim, vir a viabilizar este projeto.

De acordo com a Hanergy, seria possível carregar com a energia solar um carro entre 5 a 6 horas para o dotar de energia necessária para percorrer 80 km.

Em alternativa, podem também ser carregados num posto convencional. A sua autonomia é de 350 km.

Germânica Sono Motors prepara Sion

Também outro construtor, a germânica Sono Motors, fundada em 2016, está a desenvolver o Sion, um EV que dispõe de células fotovoltaicas na sua carroçaria para carregar as suas baterias (este veículo pode também ser carregado através de uma tomada convencional).

Os planos da Sono são para que no 2º semestre de 2019 comece a produzir o Sion, havendo já 5000 encomendas. O Scion tem 250 km de autonomia, devendo custar 16.000 euros.






Área Reservada
Como constituir uma empresa
Quer Alugar Carro?
Siga-nos
Seara.com