ARAC
28 Setembro 2020 | 22:01
Notícias
2020-09-28WTTC LANÇA NOVO RELATÓRIO SOBRE O FUTURO DAS VIAGENS E TURISMO PÓS-COVID
Os consumidores estão a prestar mais atenção à ‘sustentabilidade’ das marcas e os destinos precisam adotar novos protocolos de medidas de saúde e higiene. Estas são duas das conclusões do novo relatório do World Travel & Tourism Council (WTTC), elaborado em conjunto com a empresa de consultoria Oliver Wyman.+
2020-09-28Procura de transportes públicos em Lisboa continuou a crescer no mês de setembro
Em setembro, foram comprados mais de 440.000 passes na área metropolitana de Lisboa, o que representa cerca de 60% do número de passes vendidos no mês homólogo de 2019.+
2020-09-28CTP ASSINALA DIA MUNDIAL DO TURISMO SOB “CENÁRIO DESASTROSO” PARA A ATIVIDADE TURÍSTICA
A Confederação do Turismo de Portugal (CTP) assinala esta segunda-feira, 28 de setembro, o Dia Mundial do Turismo, data que normalmente é de celebração mas que, este ano, se assinala sob um “cenário desastroso” para a atividade turística devido à COVID-19, refere a CTP, que prevê “uma recuperação lenta e difícil” do turismo.+

Press - Releases

Press - Releases
17-04-2019
GREVE DOS MOTORISTAS DE MATERIAIS PERIGOSOS: IMPACTO NO RENT-A-CAR E NO TURISMO

A ARAC – Associação dos Industriais de Aluguer de Automóveis sem Condutor, na qualidade de associação nacional de empresas representativa da locação automóvel, regista com preocupação a greve dos motoristas de matérias perigosas, a qual afeta o abastecimento de combustíveis no nosso país.

As empresas de rent-a-car estão a deparar-se com a impossibilidade de abastecimento dos seus veículos, sem os quais se torna impossível exercer a sua atividade. Por outro lado, os turistas que escolheram Portugal como destino de férias correm o risco de ficarem privados de meios de mobilidade para se deslocarem no território nacional.

Sendo o período da Páscoa uma época alta para a atividade de rent-a-car e para o Turismo Nacional, as empresas, ao não poderem entregar as viaturas previamente contratadas, incorrerão em prejuízos de grande dimensão para todo o setor.

Os turistas que já alugaram viaturas, e estão neste momento em deslocação pelo país, confrontam-se com dificuldades ou com a impossibilidade de abastecimento das mesmas. No limite, esta situação poderá conduzir ao abandono de veículos nas estradas do país.

Para que o normal funcionamento das empresas de rent-a-car e a imagem do Turismo Nacional não sejam colocados em causa, a ARAC solicitou junto do Governo que sejam alargados os serviços mínimos às empresas de aluguer de veículos sem condutor e que sejam estabelecidos planos de contingência que permitam concretizar o abastecimento dos veículos de aluguer sem condutor.

Lisboa, 17 de abril de 2019

ARAC

Gabinete de Comunicação


Faça Download aqui
Área Reservada
EMPRESAS JÁ DETENTORAS DO SELO "CLEAN & SAFE"
PEÇA AQUI O SEU SELO "CLEAN & SAFE"
Quer Alugar Carro?
Siga-nos
Seara.com