ARAC
17 Dezembro 2018 | 08:55
Notícias
2018-12-14INE: Proveitos aceleraram em Outubro
Em Outubro, os estabelecimentos hoteleiros e similares registaram proveitos totais na ordem dos 332,1 milhões de euros, enquanto os de aposento atingiram os 239,8 milhões de euros, o que representou crescimentos de 2,6% e 1,7%, respectivamente, quando em Setembro estes dois indicadores apresentavam subidas de 1,4% e 2,9%, divulgou o INE esta sexta-feira.+
2018-12-14Depois de Lisboa, Chauffeur Privé chega a outras cidades
O serviço da Chauffeur Privé está agora disponível em Vila Franca de Xira, Mafra ou Ericeira. Mas também no Barreiro, Alcochete, Montijo, Sesimbra e Setúbal.+
2018-12-14Autoeuropa. Plano em marcha para exportar 22 mil viaturas até fim do ano
A Autoeuropa e a Operestiva preparam ação depois de ter sido alcançado acordo entre Sindicato dos Estivadores e operadores portuários+

Press - Releases

Press - Releases
04-09-2018
ARAC ELEGE NOVOS ÓRGÃOS SOCIAIS

Tiveram lugar hoje dia 4 de Setembro na sede da ARAC, as eleições para os Órgãos Sociais da ARAC - Associação dos Industriais de Aluguer de Automóveis Sem Condutor.

Paulo Moura, em representação do Europcar Mobility Group, detentor das marcas Europcar, InterRent e Goldcar a operar em Portugal liderou a única lista candidata às eleições para os órgãos sociais da ARAC-Associação dos Industriais de Aluguer de Automóveis sem Condutor para o triénio 2018/2019/2020, a qual contou com uma votação bastante expressiva.

Integram também o Conselho Director, Thedor Fiederich Henniges em representação do Volkswagen Bank GMBH – Sucursal em Portugal, que tem a presidência da secção de Aluguer de Longo Prazo, Francisco Farrás Fernandez em representação da AVIS, que tem agora a presidência da secção de rent-a-car, Jorge Simões, em representação da RETA – Locação e Gestão de Frotas, SA, que ficou com a presidência da secção do AVM – Aluguer de Veículos de Mercadorias e Veículos de Características Especiais, Luís Passos, em representação da JAPRAC, que representa a Região Norte, Carlos Sousa, em representação da IBEROCAR, a quem cabe a representação da Região Centro, António Silva, em representação da HERTZ, o qual representa a Região da Grande Lisboa, Honório Teixeira, em representação da VISACAR, a quem cabe a representação da Região Sul e Luís Rego, em representação da ILHA VERDE, representando as Regiões Autónomas dos Açores e Madeira.

João de Sousa Braz em representação da CAEL – Consórcio de Automóveis Excelsior, Lda, preside ao Conselho Fiscal, o qual tem como vogais Miguel Queiroga Soares Correia, em representação da EPI, Lda e Agostinho Diogo em representação da RENTAUTO.

Marta Fadigas, em representação da RCI Bank and Services Portugal é agora a presidente da Mesa da Assembleia Geral, tendo como Vice- Presidente e Secretário respetivamente José Cerdeira e Rui Santos em representação das empresas REALCAR e A.MOITA.

O mandato dos Órgãos Sociais da ARAC hoje eleitos para o triénio 2018-2020, tem início num período em que se assiste a um ciclo de crescimento da atividade de aluguer de veículos sem condutor e em que se lançam novos sistemas de mobilidade com o objetivo de melhor a qualidade da vida das pessoas e das cidades.

Paulo Moura agora reeleito comunicou:

“O rent-a-car e os novos meios de mobilidade assumem-se de forma clara como um pilar do desenvolvimento turístico nacional e internacional, devendo o setor representado pela ARAC continuar a divulgação e promoção junto dos seus clientes, a qual incentive os turistas a conhecerem o nosso país.

Nos tempos que se aproximam, a ARAC enquanto associação representativa dos atuais e futuros meios de mobilidade, estará na linha da frente dos novos modelos de negócio, de que são exemplo a utilização de novas e cada vez mais potentes plataformas digitais para apresentação e comercialização dos produtos propostos pelas empresas, numa era em que o consumidor reservará o serviço pretendido, levantará o veículo e pagará esse mesmo serviço por meio de plataformas na maioria dos casos sem intervenção humana.

Na ARAC iremos acompanhar todas as inovações e se possível anteciparmo-nos á sua chegada, propondo a locação dos vários meios de mobilidade sem condutor que o utilizador poderá utilizar de forma articulada.

A ARAC conta com 43 anos de vida representa cerca de 96% das empresas de aluguer de curta duração a operar de forma legal em Portugal que faturaram em 2017 mais de 600 milhões de euros.

O mandato que agora se inicia dará continuidade ao trabalho desenvolvido ao longo dos últimos três anos, durante os quais a ARAC deu um importante contributo para a reformulação do regime legal do rent-a-car e sharing em benefício das empresas associadas, reforçou o diálogo com o Governo e as entidades públicas, e contribuiu para reforçar a imagem da Associação e da atividade de locação de veículos.

Iremos também como já anunciado na nossa II Convenção Nacional proceder a uma alteração de Estatutos, nomeadamente visando um alargamento do âmbito da ARAC e atualização da designação da Associação, acompanhando as novas tendências no mercado da locação de meios de mobilidade.

Após o sucesso da Primeira Convenção Nacional ARAC em 2017, bem como da segunda edição em 2018, na qual o número de participantes foi superado face ao ano anterior (cerca de 330), propomos continuar a realização da Convenção Nacional ARAC com periodicidade anual, consolidando este evento como um fórum de referência para empresários da atividade representada pela ARAC, bem como para entidades públicas e privadas direta ou indiretamente ligadas á mobilidade.

Entre outros outros importantes assuntos para a atividade representa pela ARAC merecerão igualmente a nossa melhor atenção, a Imagem e Comunicação, a Formação Profissional, a elaboração de um Estudo sobre o setor representado pela ARAC e a competitividade do mesmo, a participação na Revisão da fiscalidade automóvel, o lançamento de novos serviços para as empresas associadas – Plataforma de Serviços, a Promoção Internacional.

Como já tive oportunidade de afirmar, o momento é de mudança e continuidade, sendo nossa profunda convicção que este programa, que nos comprometemos em levar por diante, é a melhor forma de, com sucesso, garantirmos o progresso do sector representado pela ARAC, respondendo aos anseios dos empresários e promovendo o desenvolvimento sustentado da actividade de aluguer de veículos sem condutor em Portugal e assim participando de forma emprenhada e dinâmica, no crescimento da economia portuguesa e na afirmação do país”.

Lisboa, 04 de Setembro de 2018

ARAC – Gabinete de Comunicação


Área Reservada
Como constituir uma empresa
Quer Alugar Carro?
Siga-nos
Seara.com