ARAC
20 Fevereiro 2020 | 10:53
Notícias
2020-02-19O que é que os analistas veem na Tesla? Ações disparam mais de 100% em 2020
Só esta semana, cinco casas de investimento reforçaram a sua cobertura da fabricante de veículos elétricos norte-americana. Todas elas aumentaram o preço-alvo da cotada. Este ano ganhou 105% em bolsa.+
2020-02-19Mais de 450 mil passageiros não virão a Portugal este Verão, diz ministro
Para o ministro das Infraestruturas, se a TAP vai ter de cancelar 1.500 voos este verão por falta de slots em Lisboa "é porque fez mal o seu trabalho". Pedro Nuno Santos avisa que o país já está a pagar caro o adiar de decisões sobre novo aeroporto.+
2020-02-19TURISMO DE PORTUGAL E HEALTH CLUSTER CRIAM PROJETO DE SERVIÇOS MÉDICOS PARA TURISTAS BRITÂNICOS
No âmbito da campanha #Brelcome – Portugal Will Never Leave You, +

Press - Releases

Press - Releases
16-02-2018
COMPRAS DE VIATURAS POR EMPRESAS DE RENT-A-CAR NO MÊS DE JANEIRO DE 2018

O mercado português de veículos ligeiros de passageiros e comerciais ligeiros encerrou o mês de janeiro com um volume de vendas de 16.923 unidades, registando um decréscimo de 3,8% face mês homólogo do ano anterior, segundo elementos fornecidos pela ACAP – Associação Automóvel de Portugal. No canal de rent-a-car as aquisições de ligeiros de passageiros atingiram as 2.141 unidades.

No que respeita a veículos novos o conjunto das empresas associadas da ARAC que se dedicam à atividade de aluguer de curta duração (veículos ligeiros de passageiros, comerciais ligeiros, pesados de mercadorias, todo-o-terreno e motociclos) adquiriram no mês de janeiro um total de 2.141 veículos face aos 1.645 adquiridos em período homólogo do ano anterior.

Na composição das aquisições referidas, prevalecem (á semelhança do mercado nacional de um modo geral) os segmentos A, B e C, os quais representam a maioria das aquisições efetuadas pelas empresas de rent-a-car.

O rent-a-car é igualmente, devido á forte aquisição de veículos novos um setor decisivo para a modernização do parque automóvel nacional através da colocação após a utilização dos veículos no comércio, de um número significativo de veículos de ocasião (os chamados veículos semi-novos), substituindo-se assim veículos antigos por veículos recentes e com motores mais eficientes e amigos do ambiente a preços mais convidativos para o publico em geral.

O Turismo é atualmente o maior mercado das empresas de rent-a-car representando cerca de 60% do seu volume de negócios.

A atividade de aluguer de viaturas em regime de curta duração constituiu uma importante componente da Economia Nacional, com especial destaque para o Turismo.

A ARAC representa cerca de 96% das empresas de aluguer de curta duração a operar de forma legal em Portugal.

Lisboa, 16 de fevereiro de 2018

ARAC

Gabinete de Comunicação

Área Reservada
Como constituir uma empresa de Rent-a-Car
Quer Alugar Carro?
Siga-nos
Seara.com